Macarrão de verão

Fui picada por um mosquito e fiquei derrubada nos últimos dias. A espécie, ainda pouco estudada pela ciência, causa um conjunto de sintomas conhecido como Síndrome de Fim de Ano.

A principal consequência é a perda de noção de tempo – por vezes parece que a vida é um disco arranhado e você está vivendo o mesmo trecho da música várias vezes; outras, a impressão é de que a agulha pulou e perdeu-se uma parte daquela semana. Dentre as manifestações observadas, há também fadiga, calor, obsessão pelo saldo na conta do banco e pânico de decoração de Natal.

Tentei vários remédios da sabedoria popular, como chá de camomila, pó de guaraná e meditação – mas o que sinto estar adiantando mesmo é um tal de “checklist”, que ajuda a diminuir a sensação de tontura e desorientação. Meu primeiro sinal de melhora foi a vontade de voltar para a cozinha e para a escrita, duas coisas que pareciam ter sido sugadas pelo inseto mequetrefe. Foi por isso que sumi – e peço desculpas – mas cá estou de volta, praticamente curada, e de repelente na mão para evitar que o tal mosquito volte

***  macarrao de verao-3

macarrao de verao-2 Macarrão de verão (molho de tomates crus)

Vocês me perdoam por postar mais uma receita com tomate? Não consigo resistir quando eles estão baratos na feira, especialmente porque sei que está no final da safra e essa vida boa vai acabar logo. Por isso sinto que preciso comprar aos montes! Esse molho eu faço há aaaanos, principalmente nesses dias tão quentes em que só dá pra ficar no máximo um minuto perto do fogão. O molho é fresco, bem simples e muito gostoso.

Para uma pessoa

Ingredientes

100 gramas de massa da sua preferência
1 xícara de tomate-cereja ou tomate-uva
½ colher (chá) de vinagre balsâmico
½ dente de alho amassado ou picadinho
2 colheres (sopa) de azeite
Raspas de meio limão
Um punhado folhinhas de manjericão

Como fazer

1. Em uma tigela ou no recipiente onde for servir, aperte os tomate levemente com os dedos (com cuidado para não espirrar em você) para que “estourem”, liberando seus sucos.

2. Acrescente o vinagre balsâmico, o azeite, o alho, as raspas de limão e o manjericão. Tempere com sal e pimenta, experimente para acertar o tempero e deixe descansar enquanto cozinha a massa.

3. Leve uma panela grande com água para o fogo alto. Quando ferver, adicione duas colheres de sopa de sal, misture e junte a massa. Cozinhe pelo tempo indicado no pacote.

4. Escorra a massa e rapidamente adicione à tigela com os tomates. Misture bem e deixe que fique ali por um ou dois minutos para que ela absorva o molho. Finalize com mais raspas de limão e sirva em seguida.

Dicas

– Usar um azeite gostoso faz toda a diferença nesse molho.
– Dá para incrementar a receita com outros ingredientes como azeitonas, rúcula rasgada, alcaparras e tomate seco picadinho.
– O clássico parmesão ralado vai sempre bem finalizando a massa, mas experimente um dia usar ricota temperada e esfarelada por cima.
– Se tiver tempo, deixe os tomatinhos marinando por mais tempo, umas duas horas em temperatura ambiente ou até mais na geladeira. Esse tempo extra deixa o molho ainda mais gostoso.

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Opi disse:

    Marina, adoro seu blog e já pus em prática muitas de suas receitas, que escolho pela poesia dos pratos ou pela praticidade da execução. Mas quando posso juntar estes dois elementos, aí é o máximo. Fiz ontem este macarrão. Dia de Domingo, pós praia, tem que ser coisa rápida, fresca e gostosinha. Caiu como uma luva. Depois o comentário do marido, pra te garantir que deu certo:
    – Hmmm, parece aqueles pratos de restaurante lá da Zona Sul (do Rio).
    A receita vai virar um clássico aqui em casa.
    Bjs

    • Marina Maria disse:

      Opi, senti o cheiro de praia daqui… rsrs. Realmente é uma receita bem fresquinha, perfeita pra essa situação. Que bom que você aprovou! Muito obrigada pelo carinho e um beijão pra você e pro marido!

  2. Alan Alves disse:

    Oi Mari,

    Só pode ser uma epidemia, pois me encontro exatamente com esses sintomas, rsrs. De vez em quando entrava no blog pra ver aparecia algo seu mesmo sabendo que não, pois tenho o email cadastrado e recebo a notícia quando tem algo.
    Sempre bom ler seus textos e suas receitas em conjunto com fotos maravilhosas.
    Fica até o fim do ano tá, vem minhas férias aí é preciso ler bons textos.
    Saudades e forte abraço.

  3. Sandra Ferraz disse:

    Ola Marina! Vamos por partes:
    Adoro seus posts e sinto uma falta danada deles, pois não apenas são otimas as receitas como seus textos são deliciosos.
    Quanto aos tomates, sao meu vício e mesmo quando a receita não pede fico pensando num jeito de colocar.
    E finalizando acho que esse tal mosquito tambem me picou…
    Beijos e abraços! Sandra Ferraz.

    • Marina Maria disse:

      Ei Sandra! Fico tão feliz de saber que você acompanha os posts… Desculpe a demora para te responder, mas tive um problema com o WordPress que bloqueou alguns comentários. Eu ri demais de você falando que fica achando jeito de por tomate em tudo, também sou assim! E vamos vencer o mosquito! Um beijão

Comente!