Panqueca alemã com especiarias (dutch baby)

Outro dia percebi que, enquanto tomo café da manhã em casa, não folheio o jornal, assisto TV ou checo o smartphone. Gosto de tomar meu chá lendo algum livro de receita. Minha mesa fica bem ao lado da estante onde guardo minha biblioteca culinária, então faço meio sem pensar: pego um livro, abro num página aleatória e começo o dia lendo sobre, sei lá, torta de pêssego.

Ler sobre comida é mais que um interesse, é um hábito que carrego desde pequena. Os livros de receita da minha mãe talvez tenham sido os primeiros que aprendi a ler. E as histórias que envolviam bolos, biscoitos e banquetes eram sempre minhas favoritas quando criança. É por isso que mesmo depois de conhecer tantos blogs de comida e me viciar no Pinterest, continuo amando meus livros de receita.

Essa semana ganhei dois novos moradores da estante: The Smitten Kitchen Cookbook, o livro de um dos meus blogs favoritos, de onde tirei essa panqueca; e The Italian Baker, com pães e doces do interior da Itália. Enquanto passeava pelas páginas, percebi que essa leitura despretensiosa de receitas me leva de volta para a poltrona verde da minha casa de infância, onde eu lia sobre mariscos e sorvete de abacate, acompanhava Magali na busca por mais um cachorro-quente e sonhava com a torta de maçã da Vovó Donalda.

Meu amor pela cozinha nasceu na biblioteca.

panqueca alema dutch baby-2

panqueca alema dutch baby-3

***
Panqueca alemã com especiarias (dutch baby)

De inspiração alemã, essa receita é uma mistura de panqueca com crepe assada, por isso é necessário ter uma frigideira que possa ir ao forno (ou seja, sem componentes de plástico). Fica pronta super rápido e perfuma a casa inteira. É um ótimo jeito de começar um sábado preguiçoso!

Levemente adaptada do livro The Smitten Kitchen Cookbook

Rendimento: uma panqueca grande para duas pessoas (ou uma com bastante fome)

Ingredientes

– 2 ovos grandes
– 1 colher (sopa) de açúcar mascavo
– 1 colher (chá) de mel
– ¼ de colher (chá) de canela em pó
– ⅛ de colher (chá) de sal
– ⅛ de colher (chá) de gengibre em pó
– ⅛ de colher (chá) de noz-moscada
– ⅓ de xícara de leite
– ⅓ de xícara de farinha de trigo
– 2 colheres (sopa) de manteiga

Como fazer

1. Preaqueça o forno a 200 graus.

2. Bata os ovos no liquidificador até ficarem bem claros, cerca de dois minutos. Acrescente o restante dos ingredientes, menos a manteiga, e bata até virar uma mistura lisa.

3. No fogo alto, derreta a manteiga em um frigideira grande que possa ir ao forno (de preferência de ferro). Faça movimentos circulares para que a manteiga cubra também as laterais da frigideira. Entorne a massa nela e leve ao forno por cerca de 15 minutos, ou até que as bordas estejam douradas.

4. Sirva com açúcar de confeiteiro, mel, manteiga, geleia, ou o acompanhamento que preferir.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Lylia disse:

    Sabe que eu comecei a cozinhar como você, Marina? Lendo os livros de culinária de minha mãe.” Meu amor pela culinária nasceu na biblioteca”, como você.
    .Sempre amei livros de culinária, até hoje.
    Bj,
    Lylia

  2. Você acha que fica legal fazer com farinha de trigo integral/farinha de trigo misturadas?

    • marinamaria disse:

      Eu acho que deve dar certo sim, Marina! Começaria usando metade integral, metade comum. Pra fazer ela 100% integral, teria que aumentar a quantidade de líquido, já que a integral costuma ser mais pesada e pode ressecar a massa. Depois me conta! Um beijo! =)

Comente!