Espaguete ao molho de limão siciliano (Spaghetti al limone)

Nenhum cozinheiro é uma ilha.

Mesmo que não haja alguém ao lado pra ajudar a ralar queijo ou picar cebola, nunca se está sozinho em uma cozinha.

Quando estou untando e enfarinhando um forma de bolo, sempre escuto a voz da tia Sãozinha dizendo pra não economizar na manteiga e deixar a camada de farinha bem fininha. Se estou fazendo brigadeiro, vejo a tia Sílvia falando “já está bom” no exato momento de desligar o fogo. No final de cada refeição, quando a cozinha parece uma zona de guerra, invariavelmente a imagem da minha mãe aparece pra me lembrar o valor de ir lavando a louça enquanto se prepara a comida.

No ano passado, quando morei em São Paulo para trabalhar no Paladar, caderno de gastronomia do jornal Estadão, perdi as contas de quantas vezes fiz esse espaguete com molho de limão siciliano. Sei que em todas elas eu estava com a Carla, uma amiga do trabalho que virou amiga da vida, e a receita era da Patrícia, nossa editora. Sempre que eu começava a fazer o molho, ligando o fogo e derretendo a manteiga, Carla olhava de soslaio e dizia “não é muita manteiga não?”.

Desde então, cada vez que preparo essa massa, ouço sua voz me fazendo a mesma pergunta de novo. Respondo, em silêncio, “amiga, não existe isso de manteiga demais”, e em seguida imagino o som de nossas risadas misturadas.

A presença dessas pessoas, ainda que imaginária, é o que me lembra todos os dias de que não há espaço para a solidão entre as panelas.

***

Espaguete com molho e limao siciliano Espaguete com molho e limao siciliano-3

Espaguete ao molho de limão siciliano (Spaghetti al limone)

Aquela velha regra de que em receita com poucos ingredientes, quanto melhor os que você usar, mais diferença vai fazer, vale muito para este prato. Não recomendo trocar o limão siciliano pelo tahiti e nem o creme de leite fresco pelo de lata ou de caixinha, pois isso vai desbalancear a textura e o sabor do molho. Vai por mim: vale a pena fazer um esforço e preparar a receita do jeitinho que os italianos inventaram. Para quem nunca comeu essa massa por aí, uma nota: o sabor é bem cítrico! 

Serve 2 pessoas como prato único

Ingredientes

250g de espaguete
3 colheres (sopa) de manteiga
Suco e raspas de 1 limão siciliano pequeno (vai render cerca de 3 colheres de sopa de suco e 1 de raspas)
½ xícara de creme de leite pasteurizado (fresco)
4 colheres (sopa) de parmesão ralado (de preferência na hora)
Sal e pimenta a gosto

Como fazer

1. Coloque uma panela grande com água no fogo. Quando ferver, adicione duas colheres de sopa de sal e em seguida, o macarrão. Marque o timer para o tempo de cozimento determinado no pacote da massa.

2. Seque bem o limão com papel toalha (assim fica mais fácil ralar) e raspe a casca com o lado fino do ralador, com cuidado para não pegar a parte branca. Esprema o suco, descartando as sementes.

3. Em uma frigideira ou panela grande, que vá acomodar toda a massa depois de pronta, derreta a manteiga em fogo médio. Adicione as raspas e o suco de limão (em vez de adicionar o suco todo de uma vez, eu gosto de por metade e ir acertando no final) e mexa por alguns segundos. Junte o creme de leite e, assim que ferver, abaixe o fogo. Deixe por cerca de cinco minutos, mexendo de vez em quando, até reduzir e engrossar um pouco. Tempere com pimenta e sal e prove para acertar o tempero, colocando mais suco de limão se achar necessário. Desligue o fogo.

4. Quando o timer apitar, escorra a massa e junte-a ao molho, misturando bem. Salpique o parmesão ralado por cima e sirva.

Você pode gostar...

14 Resultados

  1. Suellen disse:

    Qual a melhor carne, para acompanhar esta receita!?

  2. didivania disse:

    A receita é simples e conhecida mas, o texto!
    Bebo as palavras.
    Obrigada

  3. Caroline disse:

    Marina, adorei a receita e amei o texto, é exatamente isso nunca estamos sozinhos!
    Quando li o texto lembrei de várias pessoas!

  4. Amanda disse:

    Que delicia… Cozinhar é um momento de felicidade q fica ainda melhor, qndo compartilhado

  5. Monica Hering disse:

    É bem isso: nunca estamos sozinhos na cozinha! No meu caso é um momento de lembrar principalmente da minha mãe, que me ensinou a gostar de cozinhar e com quem fiz tantas receitas… É como se ela estivesse junto comigo outra vez!

  1. 28 de outubro de 2016

    […] Marina Maria / Via saldebolinha.com […]

  2. 28 de outubro de 2016

    […] Deixa sua refeição especialmente cremoso e refrescante. Saiba como fazer aqui. […]

  3. 31 de outubro de 2016

    […] Marina Maria / Via saldebolinha.com […]

  4. 31 de outubro de 2016

    […] Marina Maria / Via saldebolinha.com […]