Bolo de maçã russo (Sharlotka)

Quando ando pela rua procurando boas caixas de papelão, sei que entrei no modo “mudança de casa”.

Logo estarei empacotando as panelas com destino a um novo apartamento – e novo só por conta da novidade, pois é ele é desses antigos, com cara de vó, piso de taco, moldura de gesso no teto e azulejos de florzinha no banheiro. Antes de mudar de verdade, resolvi encarar uma reforma na cozinha, que estava bem judiada. É por isso, inclusive, que ando meio sumida do blog – nada na vida, mas nada mesmo, te prepara para a primeira obra na casa.

Outro dia me perguntaram quando contei sobre a reforma: “você tá fazendo a cozinha dos seus sonhos?” – e eu não sei como responder. Nunca tive repertório para idealizar uma cuba ou uma torneira desse ou daquele jeito. (Aliás, eu descobri o que era uma cuba recentemente. E nem sabia que existiam vários tipos de torneiras até ir na loja e surtar com tantas opções). O que eu tenho são imagens soltas na cabeça, minhas tigelinhas expostas em uma cristaleira de vidro, um porta-ovos em formato de galinha, um bolo esfriando na bancada…

Poder montar um espaço pensando no jeito que eu cozinho, nas minhas necessidades e desejos, é com certeza um privilégio e está me deixando muito animada. Mas ter uma cozinha funcional é o mesmo que ter uma cozinha dos sonhos?

Desconfio que não. O material dos sonhos é outro. Não é granito – é narrativa. São cheiros, manchas, risadas, arroz queimado, bolo saindo perfeito do forno e todas essas coisas que acontecem entre aquelas quatro paredes e que constroem nossa relação com o espaço. Então minha resposta pra essa pergunta é que estou, sim, montando uma cozinha muito linda e funcional – mas pra ser “dos sonhos”, falta algo importante: habitá-la.

***

bolo maca russo sharlotka-5 bolo maca russo sharlotka

Bolo de maçã russo (Sharlotka)

Como não leva nenhum tipo de gordura, a textura desse bolo lembra um pouco o pão-de-ló, porém levemente úmido por conta das maçãs – que devem ser ácidas para equilibrar a doçura do bolo. Segurei a tentação de por uma pitada de canela e noz-moscada na massa porque queria provar a receita original, e achei bom ter feito isso: ainda que essas especiarias combinem muito com a maçã, foi gostoso sentir o sabor mais puro da fruta.

Receita da Natasha, levemente adaptada

Rende um bolo médio

Ingredientes

– 3 maçãs médias bem firmes e ácidas, como a Fugi ou Granny Smith (cerca de 450 gramas)
– 6 ovos grandes em temperatura ambiente
– 1 xícara de açúcar cristal
– 1 1/3 de xícara de farinha de trigo branca
– 1/8 de colher de chá (uma pitada gordinha) de fermento químico em pó

Como fazer

1. Preaqueça o forno a 180 graus. Unte generosamente uma forma de fundo removível de 23 cm.

2. Descasque as maçãs e corte em cubinhos de 2 cm, descartando o miolo.

3. Bata os ovos (é muito importante que estejam em temperatura ambiente) e o açúcar por seis minutos na batedeira, em velocidade alta, até ficar volumoso e cremoso.

4. Fora da batedeira, junte a farinha em quatro levas, mexendo delicadamente de baixo para cima com uma espátula, até incorporar. Não bata demais para que a massa não perca a leveza. Misture o fermento e em seguida os cubinhos de maçã.

5. Transfira a massa para a forma untada e leve para assar por cerca de 1 hora ou até um palito sair seco ao ser inserido no meio. Retire do forno, deixe amornar e passe uma faquinha em volta da lateral para ajudar a desenformar. Quando esfriar totalmente, retire da forma e sirva com açúcar de confeiteiro peneirado por cima.

Você pode gostar...

7 Resultados

  1. Carol disse:

    Adoro tudo nesse site! Fico sempre feliz quando a receitas novas !
    Vc poderia fazer um cardápio pro dia das mães ne?! 🙂

  2. Amanda disse:

    Olá!! Acompanho o blog faz alguns meses, mas ainda n tive a oportunidade de me pronunciar aqui. Sempre fico muito feliz de saber que há uma nova receita, porque junto a essas delícias sempre tem suas divagações a cerca de tudo um pouco, e confesso que isso me enche de um sentimento bom de infância.
    Quanto a receita, me pergunto se a massa cresce com tão pouco fermento.

    • Marina Maria disse:

      Ô Amanda, obrigada pelo carinho! Fico feliz que você goste daqui. 😉
      E sobre a massa, ela cresce sim, graças ao ovos que precisam ser beeeem batidos, criando bolhas de ar que vão sustentar o crescimento do bolo. Um beijo!

  3. Maura Ghedini disse:

    Oba! Cozinha nova, novas receitas (ou mesmo antigas) com nova motivação!
    Que dessa cozinha “brotem” muitas idéias, cheiros e sabores deliciosos!!!
    Beijocas

  4. Monica Hering disse:

    Vou estar torcendo para sua reforma ficar pronta logo e os cheiros e risadas poderem ocupar esse espaço!!! Tenho certeza de que vão sair receitas (e histórias) muitos boas dessa cozinha! Beijos

Comente!