Mostarda caseira

Tenho que começar este post pedindo desculpas pela minha ausência. Nas últimas semanas o mar de pedra de São Paulo me engoliu e me levou lááááá pro fundo – só agora, de volta a BH, consegui nadar para o raso de novo. Senti tanta saudade de postar aqui, de conversar com vocês no Facebook, de responder aos comentários mais rápido. Obrigada todo mundo que continua por aí mesmo depois de checar várias vezes por alguma atualização no blog e não encontrar. 🙂

Eu fiz esse molho de mostarda exatamente no último fim de semana que consegui ir para a cozinha. Ele nasceu depois de longos dias encarando um vidrinho de sementes de mostarda e imaginando o que fazer com elas. Nos dias que se seguiram, passei a encarar o pote com a mostarda pronta na geladeira, pensando como tinha sido bom aquele dia que consegui ter tempo para cozinhar.

Uma grande amiga me disse na minha primeira semana morando em terras paulistas: a primeira dança com SP ninguém esquece. A minha teve muito passo rápido e pouco tempo de respiro. Teve sorriso largo e gargalhada alta e tropeço e tontura e pirueta e salto e pé pisado até eu conseguir aprender o ritmo – e curtir o rebolado. Voltei para a valsa de Beagá de pés e alma fortalecidos e com o peito cheio de gratidão por todas as pessoas queridas que me deram a mão enquanto eu aprendia como se dança essa dança paulistana.

Até o próximo baile, São Paulo.

***

molho-mostarda-cadeira-4 molho-mostarda-cadeira-3
Mostarda caseira

Eu me senti meio boba porque não sabia que fazer mostarda em casa era tão simples… rsrs. É só misturar tudo, deixar de molho, bater no liquidificador e pronto: habemos mostarda – e sem aquele tanto de aditivos químicos que tem nas industrializadas. Você encontra as sementes de mostarda na seção de temperos de bons supermercados ou no mercado municipal da sua cidade. É possível usar as sementes pretas, mas elas deixam o molho muito mais forte. Se quiser usá-las, aconselho usar metade da preta e outra metade da branca.

Rendimento: 1 xícara (250g)

Ingredientes

– 1/3 de xícara (50g) de sementes de mostarda branca
– 1/3 de xícara (80 ml) de vinagre de vinho branco
– 1/3 de xícara (80 ml) de vinho branco seco ou água
– 1 colher (sopa) de mel
– 1 colher (chá) de açafrão-da-terra ou curry em pó
– ½ colher (chá) de sal
– ¼ de colher de sal de pimenta-caiena em pó
– 2 a 4 colheres (sopa) de água quente, se necessário

Como fazer

1. Comece esterilizando o recipiente onde vai colocar a mostarda. Lave com água e sabão um pote de vidro com tampa. Ferva uma panela grande com água, coloque o vidro e a tampa e deixe ferver por cerca de dez minutos. Estenda um pano de prato limpo na bancada e, com ajuda de uma pinça, retire as duas partes da água. Deixe secar com a boca para a baixo.

2. Combine todos os ingredientes da mostarda um uma tigela de aço inox (as de plástico podem manchar – não testei com vidro). Cubra e deixe de molho por dois dias.

3. Transfira tudo para o liquidificador e bata até que fique o mais liso possível. Adicione um pouco de água quente se a mistura estiver muito grossa.

4. Transfira para o pote de vidro esterilizado e guarde na geladeira. Dura um mês. E lave seu liquidificador logo em seguida com água quente, para não manchar. 🙂

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. Elaine Servo Bigotte disse:

    Oiiiiii…Bom Dia…..gostei do molho de mostarda…vou faze-lo.Tanbém quero como fazer o molhe de catchup caseiro sem consevantes. Não o molho Barbecue e sim o catchup msm….Obg…Beijos

    • Marina Maria disse:

      Oi Elaine! Vou procurar uma receita bem legal de catchup pra trazer aqui, então. Espera só o preço do tomate melhorar um tiquinho rsrs. E me desculpe pela demora em responder seu comentário, tive um problema no plugin de comentários do WordPress; ele mandou um monte de comentário que não eram spam para a caixa de spam e eu só descobri agora. :/

  2. arianapazzini disse:

    Que coisa mais bonita isso aqui! <3 <3

  3. Patricia Siqueira disse:

    Parabens pelo site… vou fazer essa semana a mostarda mas tira uma duvida: Fica dois dia de molho em temperatura ambiente ou geladeira?

    • Marina Maria disse:

      Em temperatura ambiente, mesmo, Patricia! Lembrando que é importante usar uma tigela de inox para não manchar, e sempre tampada. Eu não testei com vidro, mas acredito que também vá dá certo. Um beijo!

  4. Alan Alves disse:

    Tá perdoada, mas não faça mais isso hein aiaiai! Rsrs
    Brincadeira a parte, senti sua falta moça. Obrigado por retornar.
    Forte abraço

    P.s: não está mais no trb?

  5. Kaio (Coiso) disse:

    Fiz esses dias o molho de pimenta biquinho e gostei muito (tanto que comprei mais dois potes da pimenta para fazer mais molho em breve). Sempre adorei mostarda, então vai ser só esperar comprar as sementes e experimentar fazer também.

    Conheci o blog há pouco tempo e começamos a consultar aqui em casa antes e depois das compras para ver o que podemos fazer 🙂

    • Marina Maria disse:

      Oi Kaio! Que legal que você gostou do molho de pimenta biquinho. Eu nunca tinha percebido antes, mas realmente curto fazer meus próprios molhos, tanto que tem vários outros aqui, como o barbecue e o chutney de ameixa. Fico super feliz que você está gostando do blog e testando as receitas. Volte sempre pra me dar notícias, tá? Um beijo!

Comente!