30 nuncas – Festa do pijama, pitaia e vida offline

Este é o último post do projeto “30 nuncas”. Durante o mês de abril, me propus a fazer todos os dias uma coisa que nunca tinha feito antes. Às terças, postei receitas com ingredientes ou técnicas que experimentei pela primeira vez. E às sextas, fiz um apanhado de como foi a semana em busca de novidades.

Não acho que foi coincidência que nesse mês coisas importantes aconteceram pra mim.  Quando passei a incluir uma novidade no meu dia, mesmo que pequena, como uma cor inusitada de esmalte, parece que coloquei uma energia de mudança em movimento. Minha vontade de fazer esse projeto veio de uma sensação de estar atravancada, quase andando em círculos. Isso me ajudou a sair um pouco do lugar – e nem precisou tanto esforço assim.

24 de abril, sexta-feira – Fazer uma festa do pijama com amigas

Nunca é tarde pra realizar um sonho de infância, né? Por uma noite, eu e outras duas amigas tivemos 13 anos de novo e ouvimos Cristina Aguilera, Spice Girls e Backstreet Boys, assistimos Jurassic Park e Patricinhas de Berverly Hills e nos entupimos e pizza e cookies. Ah, e bebemos muito vinho – que é a vantagem de poder fazer festa de pijama depois de adulto. 😉

IMG_20150501_104546

25 de abril, sábado – Visitar um museu da cidade que eu não conhecia

Eu me sinto culpada de morar no centro de BH e não aproveitar mais a vida cultural desse pedaço da cidade. Resolvi então visitar o Museu Mineiro, que fica há três quarteirões da minha casa. Confesso que fui achando que seria bem chato, mas me surpreendi – eu adoro mobiliário do início do século e objetos históricos, e lá tem bastante, então foi até legal.

26 de abril, domingo – Meditar por 30 minutos

A parte mais difícil das minhas aulas de yoga são os exercícios de visualização e respiração. Nesse domingo eu estava tão irritada, sem lugar, sem saber o que fazer, que estendi meu tapetinho na sala, coloquei meu timer para despertar daí meia hora e fiquei ali, sentada, meditando. Foi super difícil chegar até o final, mas quando cheguei, percebi que a ansiedade realmente tinha sumido.

27 de abril, segunda-feira – Fotografar meu quarteirão

Eu gosto muito de tirar fotos de coisas que vejo pela rua, mas percebi que nunca tinha feito fotos do meu próprio quarteirão. Então dei uma volta procurando detalhes que eu não percebo na ida e volta pra casa e descobri algumas belezuras, como esse prédio da foto.

IMG_20150428_094254

28 de abril, terça-feira – Experimentar uma fruta exótica

Pitaia, rambutan, magostim. De vez em quando vejo essas frutas em supermercados “gourmet” (na falta de uma palavra melhor) e fico com vontade de provar, mas desisto por conta do preço. Para não pesar demais no bolso, decidi comprar uma pitaia só. Achei uma delícia o gosto, lembra kiwi. Pena que realmente não dá pra comprar sempre. 🙁

29 de abril, quarta-feira – Ficar sem internet por um dia

Desde que descobri como usar internet do IG, não me lembro de ter passado um dia inteiro sem navegar na rede. Foi difícil controlar a vontade de saber o que estava rolando no Facebook ou no Whatsapp. O mais engraçado foi ter que pedir informações pras pessoas sobre como chegar em um endereço – que falta o Google Maps faz! – e ainda por cima me mandarem para o lugar errado. E olha, o universo parece que gosta de rir da gente. Eu só recebo spam no e-mail, mas nesse dia, o único que não podia checar minhas mensagens, me chamaram pra uma entrevista de emprego. Ainda bem que me ligaram, senão eu teria perdido!

30 de abril, quinta-feira – Escolher algo diferente no cardápio do meu bar favorito

Em BH todas as pessoas tem um bar do coração. A gente até dá chance para novos lugares, mas no fim das contas acaba voltando para o eleito como preferido. O meu é a La Tosqueria e, de tanto ir lá, já comi tudo do cardápio, desde os petiscos até os sanduíches e drinks. Aliás, quase tudo: descobri que nunca tinha pedido uma das porções, um frango empanado com molho de alho. Serviu pra me mostrar que meu instinto de pular essa opção estava certo, já que  frango veio ressecado e meio sem gosto…rsrs

IMG_20150430_213545117-01

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. Fernanda Maria disse:

    festa do pijama <3!

  2. Aline disse:

    Eu moro no ES e BH é meu lugar do coração, não sabia que vc morava aí! Este mês novamente vou a essa cidade linda, e fico encantada com os museus e o fato de sempre , todas as vezes que fui, haver uma exposição bacana, ou um evento acontecendo. Vou conhecer seu bar de coração quando for!
    Obrigada por dividir os seus 30 nunca. Me inspirou muito!

  3. Ana disse:

    Adorei! to gostando do blog

  4. O mais engraçado é que não me lembro de um dia sem internet, sempre vejo como se fosse a tv ou música, meio que, faz parte já!
    Que bom não perdeu a oportunidade Mari, espero que consiga o trabalho, depois conta como foi!
    Pitaia, rambutan, magostim. Já tinha escutado e visto sobre esses nomes na facul, mas não me lembro do jeito e sabor delas. Vai ter receitas com elas?!

    ps.: Mari você conhece o Guia Michelin? Então, eu comprei um, consegui super em conta no valor, vou fazer um post sobre quando chegar, deve ser na terça, ansioso aqui rsrsr!

    Forte abraço

    • Marina Maria disse:

      Alan, eu só experimentei a pitaia, mas como comprei só uma, não sobrou pra fazer receita no blog. Quem sabe quando o preço tiver mais em conta! hehe. Eu nunca tive um Guia Michelin, depois quero ver seu post sim. Um abraço!

Comente!