Por um Natal mais leve – Molho de pimenta biquinho

Por um Natal mais leve, parte 4: mais leve no consumo

Todo ano tem um artigo numa revista dizendo como o Natal perdeu seu real espírito e se tornou a “festa do consumismo”. Tem uma reportagem na TV sobre as filas nas lojas e a correria nos centros de compras. Tem uma tia velha reclamando que criança não deveria ganhar presente tão caro. Não vou me juntar a esse coro e escrever sobre como devemos focar menos no gasto e mais na oportunidade do encontro. Acho que algo importante se perde nesse discurso generalizador: ganhar presente é bom demais. Dar presente também.

O exagero talvez aconteça quando o valor do tal presente vira uma tentativa de compensar por alguma falta ou de provar um sentimento. Um jeito de pedir desculpa por ter se distanciado daquela amiga o resto do ano, de mostrar o quanto você está apaixonada pelo namorado novo… É como se o fim de ano se tornasse um funil onde toda as culpas, medos e inseguranças se acumulam e gastar é só mais um jeito de tentar lidar com isso.

Livrando-se desses pesos, qualquer Natal fica mais econômico. Um livro especial do sebo, uma caixa só com chocolates da infância, um kit de esmaltes vermelhos, um porta-retrato com uma foto antiga – posso pensar em vários presentes que não dependem da conta cheia nem da loja que só tem no shopping. Mais especial ainda, é dar algo que você mesmo fez, uma guloseima, um desenho, uma caneca pintada à mão, uma vela, um vídeo… São coisas que falam “eu gosto de você” de forma mais sutil, porém muito poderosa (a não ser quando é criança – elas não gostam de nada disso aí, só querem o brinquedo igual ao do coleguinha. Guarde seus reais pra gastar com elas).

Pra dar uma força pra quem gosta de dar presente comestível, trouxe essa receita de molho de pimenta biquinho E MAIS: um arquivo com as tags pra vocês etiquetarem os potinhos. <3

Clique no link para baixar o arquivo:
tags – molho de pimenta biquinho

***

molho de pimenta biquinho-5
molho de pimenta biquinho-2 molho de pimenta biquinho-6

Molho de pimenta biquinho

Para entrar na lista de comidas que podem virar presentes, quis fazer uma receita para quem não é muito fã de doce, já que biscoitos e bolos costumam ser as lembrancinhas mais comuns nessa época. Me lembrei de um molho de pimenta biquinho que o Boris fez no Food Swap. Fiz algumas adaptações na receita dele e o resultado foi um molho bem perfumado, com o sabor vivo da pimenta biquinho – como ela é mais saborosa que ardida, vai agradar até aquele amigo que não tem resistência para pimenta.

Rendimento: 2 xícaras (500ml) de molho

Ingredientes

1 vidro de 840g de pimenta biquinho em conserva
3 colheres (sopa) de vinagre da própria conserva
⅔  de xícara de água
4 colheres (sopa) de azeite
1 cebola grande picadinha
4 dentes de alho picadinhos
1 colher (chá) de orégano seco
2 folhas de louro
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
Sal a gosto

Preparo

1. Escorra as pimentas, reservando o vinagre. Bata as pimentas no liquidificador com um 3 colheres (sopa) do vinagre e a água até virar um purê. Você pode guardar o vinagre restante para usar em outras preparações.

2. Numa panela alta (esse detalhe é importante, pois o molho vai espirrar), no fogo médio, aqueça o azeite. Acrescente a cebola e mexa até começar a dourar. Junte o alho, refogando até perfumar, e, em seguida, o purê de pimenta, o orégano, a folha de louro e o açúcar.

3. Abaixe o fogo e deixe o molho apurar com a panela semitampada, mexendo de vez em quando para o fundo não grudar, até engrossar um pouco, ficando com a consistência de um molho de tomate – cerca de 15 minutos. Retire a folha de louro e desligue o fogo.

4. Espere amornar, volte o molho para o liquidificador e bata novamente. Passe o molho por uma peneira sobre uma tigela. Paciência nessa etapa: vá apertando a polpa com as costas de uma colher pra extrair todo o molho. Nesse momento, você pode provar o molho pra adicionar mais sal – como as conservas já vêm com sal, eu não achei necessário.

5. Com ajuda de um funil, transfira o molho para o recipiente esterilizado. Na geladeira, o molho dura cerca de uma semana.

Dicas

– Todo cuidado é pouco na hora de mexer com pimentas, mesmo a biquinho, que não é das “brabas”. Lave sempre as mãos, evite coçar os olhos ou mexer no cabelo e faça o molho em um lugar ventilado, para não se queimar com o vapor da panela.
– Para esterilizar meus vidros, uso esse método aqui.

9 Resultados

  1. Cristina disse:

    Oi Marina,
    Acabei de conhecer o seu blog e estou encantada!
    Eu posso fazer o molho com as pimentas frescas ou tem que ser em conserva? E, em caso positivo, as quantidades mudam?
    Abraço

  2. Christian Thomaz disse:

    Uma dúvida: posso deixar sem peneirar? E o que eu posso colocar para conservar por mais tempo?

    • Marina Maria disse:

      Cristian, se você não peneirar o molho fica bem pedaçudo, do tipo que terá que ser usado com uma colher, mas fica a seu critério. Sobre a conservação, pode ser que o molho dure bem mais, mas isso depende de como fazemos a esterilização dos potes, sabe? Como o processo é caseiro, ele pode acabar causando uma contaminação mesmo que mínima. Por isso é difícil determinar o tempo de geladeira.

  3. A receita parece ser ótima. Vou tentar fazer aqui. Agora, o texto foi fantástico. Esse exagero na tentativa de compensar por alguma falta ou de provar um sentimento é a mais pura verdade. A pessoas andam dando mais importância ao valor financeiro em detrimento ao valor sentimental.

  4. Luis Americo disse:

    Nossa, achei muito bacana!

  1. 18 de dezembro de 2014

    […] – Introdução – Castanhas tostadas com alecrim e pimenta caiena – Mais leve na comilança – Purê de maçã e purê de cenoura – Mais leve nas obrigações sociais – Farofa de panko e três limões – Mais leve na correria – Frango marinado no iogurte – Mais leve no consumo – Molho de pimenta biquinho […]

  2. 13 de março de 2015

    […] espiga, peito de peru, queijo minas, coalhada, danoninho, manteiga, parmesão ralado, manjericão, molho de pimenta biquinho, água tônica, requeijão, alho, tempero pronto, polenguinho, suco de uva integral, água de coco, […]