22 receitas para iniciantes na cozinha

Existe um paradoxo na forma como penso nas receitas para o blog: quanto mais cozinho, mais quero testar novos ingredientes e técnicas elaboradas. Por outro lado, sei que tenho leitores que estão começando o relacionamento com as panelas. É por isso que estou sempre tentando encontrar um equilíbrio entre o que gosto de cozinhar e comer e o nível de dificuldade das receitas. Afinal, não tenho como saber se você aí do outro lado é faixa branca ou preta em matéria de culinária.

Hoje eu vim falar para os de faixa branca. Então, se você já dominou a arte do risoto e da sova do pão, esse post não é pra você – mas pode ser pra um amiga, um irmão, um tio…

Antes de irmos para a lista de receitas, algumas dicas:

*Tenha sempre na dispensa/geladeira: leite, ovos, queijo, manteiga, creme de leite, pão, macarrão, arroz, farinha de trigo, açúcar, tomate, limão, cebola, alho, azeite, sal e pimenta.

Com esses ingredientes à mão já dá pra fazer um mundo de coisas.

*Pense em adquirir: vermute branco seco, mostarda dijon, vinagre balsâmico, mel, açúcar mascavo e temperinhos (eu tenho sempre noz-moscada, cominho, canela, curry e páprica picante).

Esses ingredientes são um pouco mais caros, mas duram muito e podem fazer uma grande diferença nos pratos do dia a dia. O vermute eu uso no lugar do vinho branco – afinal, não dá pra abrir uma garrafa toda vez que uma receita pede. Coloco um pouco pra marinar o frango, coloco em molhos e até naquele arroz mexido, sabe? A mostarda vai no preparo de carnes e, de vez em quando, passo no pão para um sanduíche mais incrementado. O vinagre balsâmico é o que tem melhor custo-benefício, pois dura muito e transforma os legumes assados no forno, a cebola refogada (para o bife ou sanduíche) e até o molho de tomates. O mel e o açúcar mascavo são alternativas mais saborosas ao açúcar comum. E os temperos ajudam a variar o sabor dos pratos rotineiros, inclusive do arroz com feijão.

*Não tenha medo de errar.

Porque você vai errar. Eu sei que é frustrante – até hoje fico brava quando uma receita não dá certo -, mas não existe outro jeito de aprender a cozinhar. Você pode ler todos os livros de técnica no mundo, mas é na prática que a coisa acontece. Veja sua cozinha como uma laboratório; experimente sem receio e conheça bem seus ingredientes, panelas e utensílios. A cada vez que errar, pense que ganhou um moedinha de confiança. No final de cada fase, elas vão valer muitos pontos.

Agora as receitas:

OVOS

1. Omelete
Simples e sincera, quando feita do jeito certo, fica bem úmida e macia em vez de “borrachenta”. Serve de almoço e jantar e pode ser variada com diferentes recheios.

2. Tigelinha de ovos
Um jeito diferente de comer ovos. Eu gosto de fazê-los para um café da manhã preguiçoso, tipo num domingo chuvoso, mas é também uma boa saída para aqueles dias de geladeira e ânimo vazios.

3. Shakshouka ou moqueca de ovo
Minha paixão mais recente. Quem tem ovos na geladeira realmente tem tudo.

moqueca de ouvo - shakshouka-2

LANCHES E PETISCOS

4. Queijo quente com cebola agridoce
Pão, queijo, cebola e manteiga fazem o chefão dos mistinhos. Depois de provar esse, fica difícil voltar pro da sanduicheira.

5. Clafoutis
O nome é difícil, mas a receita não. Pense numa torta de liquidificador, mas mais leve. Você não precisa necessariamente refogar o recheio antes e, em vez de abobrinha e tomate, dá pra usar outros ingredientes.

6. Patê assado de cebola
É uma das receitas mais acessadas do blog até hoje, acho que porque é tão simples e tão deliciosa.

7. Massa com dois ingredientes
Farinha com fermento e iogurte fazem uma massa que vira pizza ou enrolado com combinações infinitas de recheio.

Enroladinho de pizza-4

PRATOS PRINCIPAIS

8. Estrogonofe
Esse é baseado na receita russa e leva conhaque, mas você pode substituir por vinho ou cachaça e até pular esse ingrediente, se quiser.

9. Camaões scampi
Bem simples e rápido, serve de aperitivo, numa salada, ou, meu jeito preferido, como molho de talharim.

10. Salmão assado com limão siciliano
Se não tiver o limão siciliano, use o taiti mesmo. Até hoje é meu jeito preferido de comer salmão. Duvido que sobre, mas, se acontecer, aproveite para fazer uma massa no dia seguinte: desfie o peixe e misture a um molho como o de molho de couve-flor ou de manteiga com alho e limão (essas receitas estão mais abaixo).

Salmao_2

ACOMPANHAMENTOS

11. Purê de batatas
Um clássico. Nessa receita eu uso a batedeira pra deixar mais cremoso, mas ela não é essencial: dá pra amassar com o garfo tranquilamente. Você pode também pular a etapa de gratinar.

12. Arroz à piamontesa
É o que todo arroz do dia anterior merece.

13. Salada Panzanella
Eu comeria essa salada pura, tigela atrás de tigela – e não sou fã de saladas.

14. Abóbora assada com alecrim e mel
Se você não quiser usar o alecrim e o mel, não tem problema. Essa receita é bem curinga e aceita diferentes temperos. Eu faço quase toda semana pra acompanhar uma carne ou uma massa.

cubos-de-abc3b3bora-assada-com-alecrim-e-mel-6

MASSAS

15. Com linguiça defumada e mel
É difícil falar objetivamente dessa massa porque ela tem um lugar especial no meu coração, mas digo isso: esqueça aquele macarrão com calabresa. É esse aqui que você quer.

16. Na manteiga com alho, limão e parmesão
Mais simples, impossível.

Espaguete na manteiga de alho limao e parmesao 2

MOLHOS CORINGAS

17. Molho de tomates
Olha, nem picar cebola você precisa pra esse molho, então assim, tá de bandeja.

18. Molho pesto
O mais comum é usar o pesto com  massas, mas ele fica muito bom também em sanduíches e pra servir como molho de peixes ou para aquela batatinha assada.

19. Molho de abóbora com gorgonzola
Parece complicada, mas a receita tem só três ingredientes e é de chorar de tão gostosa. Abóbora e gorgonzola nasceram um pro outro.

20. Molho cremoso de couve-flor
Uso no lugar do molho branco, porque acho mais leve e saboroso.

Molho cremoso de couve-flor-2

E O DOCE?

21. Alfajor líquido
Com certeza o doce mais testado do blog – e você só precisa de quatro ingredientes e uma panela.

22. Brigadeiro
Não é qualquer brigadeiro: esse foi elaborado depois de anos e anos de testes.

brigadeiro de colher-5

 

 

Você pode gostar...

12 Resultados

  1. Vanessa Souza disse:

    Gente, como n conheci esse site antes! Amei!

  2. Débora disse:

    AH, TUDO DE QUE EU PRECISAVA! Vou começar a tentar algumas e vamos na fé que dá certo. <3

  3. Eve disse:

    Oi!
    Não estou conseguindo acessar nenhum dos links das receitas acima. :/
    Fiquei curiosa, queria muito testar elas.
    Fora isso, adorei o blog!
    Beijos!

    • marinamaria disse:

      Oi Eve! Os links realmente não estavam funcionando, porque fiz uma mudança no blog que impactou postagens antigas. Obrigada por me avisar! Já consertei! Um beijo <3

  4. Julia disse:

    Oba! Agora vou ate tomar coragem para enfrentar a cozinha… Beaba diferente e saboroso! =)

  5. Pri disse:

    Amei este post! Prestes a casar e sem muitas habilidades no fogão. Mas, sem desespero agora. Vou agradar o futuro marido com receitas simples e gostosas. E colocar ele para aprender também. Depois a gente pula para um prato mais elaborado. Valeu, Ma. Adorei 🙂

  6. Tarcizio disse:

    quando você fizer este salmão de novo,me convida….