O bolo de chocolate da minha avó

Oi Vó,

estava limpando minha estante semana passada e achei os livros de receita que herdei da sua biblioteca. Já tem uns cinco anos que você se despediu, mas parece tão mais. Nunca fomos muito próximas, eu sei; te achava um pouco difícil, cabeça dura, fechada. Mas eu adorava suas histórias da fazenda e morria de rir de como você sempre encontrava alguém parecido comigo na novela.

Hoje penso que poderia ter me aproximado mais. Insistido mais. Não deveria ter aceitado o “bate dois ovos, uma lata de leite e uma de leite condensado” como resposta pra pergunta “como faz o seu pudim?”. Tinha que ter ficado lá, do seu lado, te aporrinhando, perguntado, até aprender. Queria ter carregado comigo algum ensinamento seu sobre cozinha.

Acho graça dos recortes de jornal que estão dentro dos livros e das suas observações escritas nas receitas. Parece que você queria mesmo cozinhar todas aquelas coisas, mas acabava ficando nos cinco ou seis pratos que sabia fazer melhor: macarronada com frango assado, tutu de feijão, pastel, pão de queijo, docinho de amendoim… E pudim. O bendito pudim, que eu nunca soube como repetir. Como eu queria encontrar ele descrito em uma de suas anotações…

Em vez disso, achei uma receita que você escreveu  à mão, num papelzinho amarelo, chamada “Bolo de Chocolate”. Quando comecei a ler os ingredientes, percebi que são praticamente os mesmos do meu bolo de chocolate favorito. Só que na sua receita tem “leite de vaca” no lugar do leite talhado e água quente no lugar do café. A minha receita veio de um site americano de 2009, a sua veio sei lá de onde, tantos anos antes. E é quase a mesma. E mais: a cobertura é exatamente igual à que uso no bolo de cenoura. Fiquei pensando no que isso significa.

Acho que nada, né. Acho que estou só tentando achar explicação pra esse tipo de saudade que aparece sem bater campainha.

Da sua neta parecida com aquela moça da novela,

Marina.

sal-cronicas

Ilustração: Mathiole

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Gleice disse:

    Fiquei curiosa pra saber essa receita do bolo da sua avó… hehe

  2. A sua avó sabia das coisas. E quem nunca comeu esse bolo, sabe de nada.

Deixe uma resposta para Marina Maria Cancelar resposta