Vamos falar de séries + Bolinhos de limão da Sansa

Eu sei que nessa vida não existe unanimidade. Já conheci até quem detestasse nutella, veja que coisa. Ainda assim, tenho dificuldade de entender aqueles que não gostam de Game of Thrones. Tudo bem, você pode até não assistir, achar que não é seu estilo. Mas ver o primeiro capítulo e não se sentir fisgado parece tão impossível quanto não achar graça no Joey bebendo um galão de leite em dez segundos.

Apesar de ser muito fã de GoT, não diria que é minha favorita. Aliás, quem inventou essa história de ter que escolher uma coisa preferida? Filme, livro, sobremesa, amigo. Detesto isso; fica parecendo que se eu escolher torta de maçã, o crème brûlée vai ficar bravo comigo.

Voltando ao assunto: séries. Fiz uma lista das que mais gosto atualmente. Como toda lista, tenho certeza que está faltando alguma  incrível que você assiste e eu não. Me conta?

A muito foda

Essa categoria teve empate: não consegui escolher entre Game of Thrones e Breaking Bad. As duas são sensacionais de jeitos bem diferentes, mas compartilham de importantes semelhanças: história e personagens muito bem construídos, que fogem do lugar-comum e do maniqueísmo. Com Breaking Bad, a sensação é de que você está sempre no penúltimo capítulo; que em breve tudo vai dar errado. Já Game of Thrones subverte nossas expectativas a todo momento, mesmo quando esperamos pelo absurdo. Bem cedo aprendi a não tentar adivinhar o final da história e, principalmente, não me apegar a nenhum personagem. Quer dizer, acho que ainda não aprendi essa última parte.

A que mudou minha vida

O dia a dia de uma família dona de uma funerária não me parecia o tipo de história que gostaria de acompanhar. Ainda assim, dei uma chance para Six Feet Under – e me dei bem. A série é brilhante em apresentar a morte como algo real, natural e até meio engraçado. Ao mesmo tempo, não te deixa esquecer o quanto é também difícil. Nenhum filme, livro ou série tinha tirado meu sono, até que assisti o episódio final desse seriado. Passei a noite em claro, pensando (literalmente) na vida.

A que mora no coração

Não sei quantas vezes já assisti cada capítulo de Friends e quanto diálogos decorei. Recentemente li algumas críticas sobre como a série é coxinha e seus personagens alienados, e até concordo em parte. Ainda assim, até hoje dá um quentinho no coração quando estou zapeando pela TV e encontro um episódio qualquer passando.

A mais recente paixão

Lena Dunhan tem 27 anos e é quem eu quero ser quando crescer. Ela dirige, escreve e atua em Girls, uma série sem medo de ser honesta e onde nada segue um padrão, desde os corpos que aparecem pelados na tela até as relações entre amigas. Exatamente por isso, é tão fácil se identificar com as histórias.  Morro de raiva quando falam que Girls é um novo Sex and the City. Enquanto a vida de Carrie, Miranda, Charlotte e Samantha girava em torno dos relacionamentos amorosos, Hannah, Marnie, Jessa e Shoshanna estão atrás de si mesmas. Sim, elas são egocêntricas, mas quem não é aos 20?

A que acompanho há mais tempo

Desde 2005 eu troquei de namorado, de emprego e de casa mais de um vez. Uma coisa permaneceu: ainda assisto Grey’s Anatomy. Mesmo quando os episódios são ruins, os personagens meio chatos e os desastres de final de temporada cada vez piores, tem Cristina e Grey, o motivo pelo qual acompanho até hoje. O embate entre carreira, família, relacionamento e identidade nunca fica velho.

Mensão honrosa

Mad Men tem um lugar na minha lista mesmo sendo uma série inconsistente: tem episódios incríveis, outros ruins e vários médios. Basicamente o que me segura é o personagem do Don Draper, um cara muito babaca, atormentado e genial – mas também assisto para alimentar meu fetiche pelos anos 60, principalmente com as roupas e acessórios de Joan e Betty.

***

Bolinhos de limão da Sansa

Sansa, personagem de Game of Thrones, faria qualquer coisa por um bolinho de limão – até se abrir com quem não devia, como vimos em um episódio da última temporada. Como parte de uma campanha de divulgação de Game of Thrones, em 2011 o chef Tom Colichio desenvolveu receitas inspiradas na série que eram vendidas em um food truck, e esse bolinho era uma delas. O jeito de assar faz com que o ele tenha duas texturas, uma bem aerada e outra que lembra pudim. Juntando isso com o sabor bem acentuado de limão, é uma sobremesa que me convenceria a falar de qualquer coisa também.

Rendimento: 18 bolinhos

bolinhos de limão da sansa-2

Ingredientes

– ½ xícara de açúcar comum
– 2 ovos
– ⅔ de xícara (chá) de leite comum
– 1 colher (sopa) de vinagre branco
– 3 colheres (sopa) + 1 colher (chá) de farinha de trigo
– 2 colheres (sopa) de suco de limão (usei limão capeta e acredito que daria certo com o siciliano ou tahiti)
– Raspas de 2 limões
– ⅛ colher (chá) de sal
– Manteiga e açúcar comum para polvilhar as forminhas
– Açúcar de confeiteiro para polvilhar e chantilly para servir (opcional)

Como fazer

1. Misture o leite com o vinagre e deixe repousar até que o leite talhe, cerca de 10 minutos.

2. Enquanto isso, preaqueca o forno a 150 graus. Unte 18 forminhas de empada de 6 cm de diâmetro. Polvilhe açúcar para forrar os fundos e as laterais de cada forminha. Arrume-as em uma assadeira de laterais altas.

2. Misture a farinha, o açúcar e o sal em uma tigela.

3. Separe as claras das gemas.

4. Com a tigela da batedeira e os batedores bem limpos e secos, bata as claras em neve até que se formem picos macios. Reserve.

5. Bata as gemas com o suco de limão, as raspas de limão e o leite talhado até que espume. Junte os ingredientes secos e continue batendo apenas até a farinha desaparecer da massa.

6. Junte ⅓ das claras misturando vigorosamente com um batedor de arames. Adicione o restante e incorpore delicadamente, usando uma espátula e fazendo movimentos de baixo para cima.

7. Com ajuda de uma colher grande, encha as forminhas, deixando 1 cm de espaço na borda.

8. Ferva uma chaleira com água e entorne a água quente na assadeira, bem devagar, até que alcance a metade da altura das forminhas. Cubra a assadeira com papel alumínio, segure nas duas laterais e, com MUITO CUIDADO, leve a assadeira ao forno.

9. Asse por 25 minutos. Retire o papel alumínio e asse por mais 15 ou até que o topo esteja levemente dourado e um palito saia seco ao ser inserido no meio do bolinho. Retire do banho-maria e deixe esfriar um pouco antes de desenformar.

bolinhos de limão da sansa-3

bolinhos de limão da sansa-5

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. Ester disse:

    olá! adorei a receita, gostaria de saber se no lugar do vinagre branco pode-se usar o colorido mesmo

    • Marina Maria disse:

      Oi Ester! Os vinagres brancos (vinho branco, arroz, álcool, etc) tem um sabor mais sutil, por isso são melhores nesta receita. Os coloridos como o de vinho tinto são mais fortes e podem interferir no gosto final dos bolinhos, mas nunca tentei essa substituição. Um abraço!

  2. Ana Cleide Cerveira Lima disse:

    Sabes quando se vagueia em busca de algo diferente, … foi ai que te encontrei e amei o blog. Pela forma como relata os fatos , tudo muito simples e engraçado e as receitas maravilhosas faz toda diferença..
    Fiz essa receita,usando o limão Taiti, era o que eu tinha no momento, ficou maravilhoso. Um detalhe, não tinha formas individuais e fiz na de cupcake de 12, a apresentação não ficou legal devido a dificuldade de desenforma-los, mas to providenciando.
    Mariana, obg,, fica com DEUS. Ana Cleide

  3. Gui disse:

    pode ser qualquer vinagre ? qual o limão?
    Obrigada!!

  4. Lorena disse:

    Marina,
    Seu blog esta fantástico, cheio de coisas gostosas…….Continue assim Parabéns…….

Comente!