Acabare + Blondies versáteis

Como diria Marcelo Jeneci, a gente é feito pra acabar.

Minha travessa de porcelana preferida, herdada da vó Geralda, também. Ela foi feita pra quebrar. E o sofá, pra sujar,  manchar, desfiar, desbotar, soltar mola. A parede da minha casa de infância foi construída pra desaparecer, uma lasca por vez, até ficar no cimento. E o cimento foi feito pra sumir com chuva e vento, até sobrar só o tijolo, que vai desmanchar na terra até não restar mais casa.

E o ano começa pra terminar. Para alguns, é um encerramento sutil – certamente não como uma travessa espatifando no chão. O velho é substituído pelo novo tão depressa que quase não parece um fim. Para essas pessoas, o último dia do ano é como qualquer um. Já tentei ser assim – mas parece que, para mim, os dias que nos fazem perceber a passagem do tempo, que nos confrontam com a realidade do começo e do término, nunca são como os outros, que se disfarçam de iguais.

Talvez a finitude das coisas seja o que dê sentido a elas. Só havendo um início e um fim é possível existir um meio, que, desconfio, é onde a vida acontece. A vida da minha travessa teve muito frango assado, batatas coradas, torta de maçã e algumas gororobas que não deram certo. A vida da casa de infância teve piscina de plástico, tombos, aniversários com cajuzinho, lágrimas e mordidas de cachorro. A vida do meu ano teve Nova York, bebês, balé, mudanças de rumo, escritos, muito amor e muita dúvida.

E agora esse ano acabou.

Que venha o próximo. Que o meio seja lindo.

***

Blondies versáteis

Para terminar 2013 já no clima de simplicidade, que é minha palavra para 2014, fiz essas blondies,  que alguns definem como um brownie sem chocolate na massa. O chocolate, no entanto, não faz a menor falta aqui: com seu sabor caramelado e textura bem úmida e amanteigada, as blondies tem um lugar cativo no meu coração. Ainda mais porque é uma receita fácil, rápida e pode ter infinitas variações.

blondies

Ingredientes

– 1 xícara de farinha de trigo
– ¼ de colher (chá) de fermento em pó
– ¼ de colher (chá) de bicarbonato de sódio
– ¼  de colher (chá) de sal
-100 gramas de manteiga sem sal
– ¾  xícara (chá) de açúcar mascavo (aperte na xícara para medir)
– 1 ovo grande
– 1 colher (chá) de extrato de baunilha

Adicionais (você pode adicionar uma ou mais dessas sugestões):

– ½ xícara (chá) de chocolate amargo picado
– ½ xícara (chá) de nozes, castanhas, macadâmias ou amendoins
– ¼ xícara (chá) de bourbon, rum ou conhaque (aumente a farinha em duas colheres de sopa neste caso)
– ¼ de xícara (chá) de nutella
– ¼ de xícara (chá) de manteiga de amendoim
– 2 colheres (sopa) de café solúvel (adicione junto com a baunilha)
– ½ xícara (chá) de frutas secas como damasco picado, passas ou cranberries
– ½ xícara (chá) de cerejas, framboesas, mirtilos ou amoras frescas
– ½ xícara chá de coco ralado
– ½ xícara (chá) de aveia em flocos
– ½ xícara (chá) de balas de caramelo partidas em 4

Exemplos de combinações:

* cerejas + nozes pecan (foi a que usei)
* avelãs+ nutella
* bourbon + café solúvel
* balas de caramelo + chocolate amargo picado + nozes
* framboesas + flocos de aveia + macadâmia
* coco ralado + rum + chocolate amargo picado

Como fazer

1. Preaqueça o forno a 180 graus. Forre o fundo e as laterais de um forma de 20 x 20cm com dois pedaços de papel alumínio, cruzando um sobre o outro, de forma que sobre um pouco do papel para fora, como alças. Unte o papel com manteiga.

2. Numa tigela, misture a farinha, o sal, o fermento e o bicarbonato.

3. Derreta a manteiga no micro-ondas ou em uma panelinha.

4. Com um batedor de arames (fouet), bata a manteiga derretida com o açúcar até ficar cremoso. Adicione o ovo e a baunilha e continue batendo até ficar bem liso.

4. Adicione os ingredientes secos à mistura e mexa apenas até a farinha desaparecer na massa. Misture também os ingredientes que escolher da listinha acima (eu usei cerejas frescas picadas e nozes pecan).

5. Distribua a massa na forma, alisando a superfície com ajuda de uma espátula, e leve ao forno por cerca de 20 minutos, até que esteja firme no topo. Ao inserir um palito, ele deve sair com migalhas grudadas, pois o meio ainda estará cremoso. Cuidado para não passar do ponto: as blondies tem o centro úmido mesmo.

6. Quando amornar, use as alças de papel alumínio para retirar a blondie da forma. Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha antes de cortar. Eu gosto de deixar algumas horas na geladeira antes de partir os pedaços, pois assim eles saem mais certinhos.

blondies-3
blondies-2

 

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. okaholic disse:

    quero tentar essa em casa, será posso substituir por farinha integral, ele vai continuar fofo?

  2. Wair de Paula disse:

    blondie eu só conhecia a banda, lá no passado. Adorei esta receita, e suas inúmeras combinações. Abs’.!

  3. Taís disse:

    Nossa, parece delicioso!!!! Uma horinha dessas eu encaro a receita 🙂

  4. Flávia Dorado disse:

    Lindo… Que venha 2014!

Comente!