Você já foi gentil hoje? + Chutney de ameixa fresca

Está rodando no facebook um texto que fala sobre o “café compartilhado” ou “café pendente”, uma prática que parece ter começado numa cafeteria em Praga e se espalhou pelo mundo. Nela, o cliente toma um café que foi pago por outra pessoa e pode também deixar pago um café para alguém. Os cafés pré-pagos vão sendo marcados em um quadro e distribuídos na medida em que as pessoas entram na cafeteria e pedem por eles. Já existe um local assim em São Paulo e lá, além de deixar a conta do café acertada, as pessoas também deixam bilhetinhos para quem for tomar a bebida doada.

Esse tipo de movimento me faz pensar que ser gentil não é algo tão difícil assim. Não precisa sempre partir de um esforço ou de um sacrifício. Pode ser leve, fácil e inclusive não envolver o contato direto com outra pessoa, apenas a vontade de fazer o dia de alguém um pouco melhor. Ainda assim, parece uma coisa cada vez mais rara. Sinto que hoje as pessoas sorriem menos depois de ouvir um “bom dia”. E tem tempos que ninguém me oferece carona no guarda-chuva quando sou pega desprevenida pela tempestade.

Se esse afastamento é fruto do medo, da insegurança, da tecnologia ou do capitalismo, eu sei lá. Mas sei que é preciso praticar mais o olhar para essas pequenas oportunidades de ser gentil. Não só com quem você não conhece, mas principalmente com quem está do seu lado, todos os dias.

Seja pagando o café para um estranho ou oferecendo uma massagem para sua amiga, a verdade é que todo tipo de gentileza possui uma força imensa. Talvez ela seja a atitude que nos torna mais humanos, já que não é uma obrigação moral ou uma convenção social. Tem como ponto de partida um sentimento muito valioso, que é o de identificação. E vem também um desejo básico: o de se conectar.

Chutney de ameixa fresca
O sabor doce/azedinho das ameixas é realçado nesse chutney, que fica uma delícia servido no pão mesmo e é perfeito também para acompanhar para costelinha ou lombo de porco.

image

Ingredientes

– 4 ou 5 ameixas grandes (cerca de 350 gramas)
– 1 colher de sopa de azeite
– 1/2 cebola roxa média
– 1 dente de alho grande
– 1/4 de xícara de chá de açúcar mascavo (aperte na xícara para medir)
– 1/4 de xícara de chá de vinagre de maçã
– 1/4 de colher de chá de canela
– 1 colher de chá de gengibre fresco ralado
– 1/2 de colher de chá de cominho em pó
– 1/4 de colher de chá de pimenta-do-reino moída na hora
– 1/2 colher de chá de sal

Como fazer

1. Pique as ameixas em pedaços, mantendo a casca e descartando o caroço. Pique as cebolas e o alho bem picadinho.

2. Aqueça o azeite numa panela média em fogo alto. Adicione a cebola, mexendo de vez em quando até que fique macia, cerca de 2 minutos. Junte o alho e misture até perfumar.

3. Adicione a canela, o cominho e a pimenta. Misture rapidamente e coloque o restante dos ingredientes, menos o sal.

4. Tampe e deixe cozinhar por uns 8 minutos, mexendo de vez em quando. Tire a tampa e continue o cozimento até que a ameixa esteja bem macia e o líquido tenha engrossado, cerca de 25 minutos.

5. Adicione o sal, experimente para checar os temperos e faça algum ajuste se necessário. Deixe esfriar e sirva em temperatura ambiente.

image

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Fernanda disse:

    Marina, adorei essa receita! Ficou deliciosa. Eu, toda comedida, estava comendo com mini torradas. Meu marido tascou o conteúdo do vidro em cima de um lombo de porco assado e adorou. Detalhe: ele não come ameixa nem amarrado. Só soube depois, mas reconheceu a delícia. Parabéns!

Comente!