Chocolate cura mau-humor? (e um cookie triplo de chocolate)

Chocolate não é Batman e sozinho não consegue te salvar do mal da humanidade. Mas ele pode sim amenizar a revolta contra o mundo em algumas situações. Segue uma lista pessoal de indicações e contra-indicações do uso terapêutico do cacau:

* Britadeira que começa às 7h da manhã no único dia que você pode dormir até mais tarde.
Cura, em doses cavalares

* Trabalhar durante 12 horas sendo que 10 delas envolveram fazer apresentações em Power Point.
Cura, sem medo de superdosagem

* Decoração de Natal dos shoppings, especialmente aquelas que envolvem personagens do Shreck ou árvores que falam.
Cura

* Ter que explicar seu problema várias vezes para diferentes pessoas no call center de algum serviço.
Explicar até três vez : cura. Mais do que isso, não cura

* Pagonejo.
Não há estoque de Toblerone que cure o mau humor da existência desse gênero musical

* Natal e ano-novo caírem no sábado e domingo.
Não cura, mas a gente tenta, com muito chocotone

* Gente que liga 8 vezes seguidas, não é urgente e não percebe que você não pode (ou bem provavelmente não quer) atender o telefone naquele momento.
Não cura

* SUA CAIXA DE MENSAGENS ESTÁ CHEIA e outras coisas que só o e-mail da empresa te proporciona.
Cura

* Aquele carro que para tão colado no seu que só dá para sair da vaga depois de cinco minutos de manobra.
Cura

* Domingo à noite.
Não cura

* Sair com uma pessoa para jantar e ela não desgruda do celular a noite inteira.
Cura – pede logo um petit gateau e deixe a pessoa pra lá.

***
Cookie triplo de chocolate
Se é para curar mau humor, a receita tem que ser de respeito: a desse cookie leva, no total, quase 500 gramas de chocolate para meia dúzia de biscoitos! Parece exagero, mas quando você provar, vai entender. É o melhor remédio chocolítico de todos os tempos!

Receita do livro “Nigella Express”.
Rendimento: 12 a 14 cookies, dependendo do tamanho

Ingredientes

– 125 gramas de chocolate amargo com 70% de cacau
– 150 gramas de farinha de trigo
– 30 gramas de cacau em pó
– 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
– 1/2 colher de chá de sal
– 125 gramas de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
– 75 gramas de açúcar mascavo peneirado
– 50 gramas de açúcar cristal
– 1 colher de chá de extrato de baunilha
– 1 ovo gelado, recém tirado da geladeira
– 300 gramas de chocolate meio amargo em gotas ou pedacinhos*

Como fazer

1, Pré-aqueça o forno em 180ºC. Derreta as 125 gramas de chocolate amargo no microondas (leve os chocolate picado em potência média e mexa de 30 em 30 segundos) ou no banho-maria. Reserve.

2. Peneire e misture os ingredientes secos juntos (farinha de trigo, cacau, bicarbonato de sódio e o sal).

3. Na batedeira, bata a manteiga e os açúcares até que fique cremoso e homogênio. Adicione o chocolate derretido e misture com uma colher. Acrescente a baunilha e o ovo gelado e volte a bater, apenas até que tudo esteja bem misturado.

4. Junte os ingredientes secos, bata para incorporar e junte os pedaços de chocolate por último.

5. Para modelar, use uma colher de sorvete ou forme bolas com a massa. A minha rendeu 16 cookies grandes. Não precisa nivelar, eles vão para o forno redondinhos mesmo.

6. Leve ao forno em uma assadeira grande forrada com papel-manteiga. Lembre de deixar um espaço de 4 dedos entre os cookies, pois eles espalham na assadeira. Eu fiz assim: coloquei os 16 dividios em duas assadeiras. Uma eu levei para assar e a outra pus direto no congelador. Quando eles congelaram, tirei da assadeira e guardei num saquinho fechado para assar mais tarde. =)

7. Os cookies assam por cerca de 15 minutos. Para saber se estão prontos, enfie um palito: ele não deve sair com massa. Se por acaso espetar num pedaço de chocolate derretido, tente em outra parte.

8. Retire do forno, deixe esfriarem por 5 minutos na assadeira e depois transfira para uma grade para esfriarem por completo.

* A receita pedia 350 gramas, mas como eu estava usando o chocolate picado e alguns pedaços acabam ficando grandes, achei melhor fazer com 300 gramas.

Você pode gostar...

10 Resultados

  1. Jessica Uema disse:

    Eu fiz esse cookies ontem a noite, hj a tarde já tinha acabado, todo mundo amou esses cookies.
    Eu adoro suas receitas, todas são deliciosas e não muito difíceis

    • marinamaria disse:

      Esse cookie é campeão mesmo, Jessica. A Nigella sabe das coisas! Estou adorando acompanhar você testando as receitas do blog. Volte sempre pra me contar, ok? Um beijo!

  2. Flávia Dorado disse:

    Eu conheço uma pessoa que liga mais de 8 vezes seguidas, e tem certeza que você não atendeu porque não podia… depois te conto quem!
    Tenho a impressão de que esse cookie deve ser osso de fazer!
    Beijinhos!

  3. Tatá disse:

    Era simplesmente tudo o que eu queria neste exato momento.

  4. Ana Lívia disse:

    Oi Marina!
    Adoro suas receitas, e com essa dos cookies não foi diferente.
    Sempre que os vejo, me vem a mente uma tarde clara, fresca, sentada de pernas pro ar num sofá vendo uma bela paisagem, e apreciando cada mordida nessas gostosuras, rss…
    Queria tirar uma dúvida: por que em toda receita vai tbm ao açúcar mascavo além do comum? Ajuda na consistência?
    Um Beijo, e parabéns!

    • marina maria disse:

      Ei Ana Lívia! Obrigada pelo seu comentário, ele me fez sorrir bastante! =) Fico muito feliz que você goste daqui. Pois saiba que hoje eu comi um desses cookies exatamente assim, mas admirando a chuva… rs. Mas vamos a sua pergunta: o açúcar mascavo nos cookies ajuda em duas coisas: primeiro, deixa mais úmido, porque o açúcar mascavo segura mais umidade. Isso influencia um pouco na textura final. Segundo, dá um sabor mais “toffee”, meio caramelado (já que possui um teor maior de melaço na sua composição), que é típico principalmente desse tipo de cookie americano. Terceiro, ajuda a dar uma cor mais intensa para o biscoito. Nessa receita dá para substituir o mascavo pelo cristal sem problemas, mas vai ter uma variação (talvez pequena) de sabor e textura.

      Beijoca!

      • Ana Lívia disse:

        Ahhh, viu! Cookies sempre trazem bons momentos, rss… seja com chuva, sol, vento, hehe
        Muito obrigada pela explicação, eu realmente não sabia, rss… vou experimentar essa receita e dps te falo 😉
        Beijo!

  1. 23 de agosto de 2013

    […] dos cookies que já postei aqui e aqui, esses não ficam com o centro macio e as bordas firmes – são totalmente crocantes, […]

  2. 3 de dezembro de 2013

    […] Casadinho – Biscoito de castanha-do-pará – Cookie triplo de chocolate – Cookies crocantes de aveia – Pain […]

  3. 8 de maio de 2014

    […] – Cookies triplos de chocolate Quando fiz essa receita pela primeira vez, não imaginava que seria tão sensacional. Bobeira minha, porque não tem como um biscoito com três tipos de chocolate não ser viciante. […]

Comente!