Panqueca para o dia-preguiça

Um fiozinho de luz passa pelo buraco mal fechado da cortina, insistindo para entrar no espaço entre os cílios superiores e inferiores, bem na linha dos olhos cerrados. Dá para começar a ouvir, de longe, um pássaro, talvez uma buzina ou o caminhão de lixo. Assim como o bicho de mesmo nome, o dia-preguiça começa assim, chegando lentamente, com suas garras presas no ponteiro do relógio.

Uma hora o raio de luz consegue entrar, mas os olhos se abrem só um pouco; se fecham de novo; abrem só de um lado. A cama parece tão maior que nos outros dias, com tantos cantos diferentes e confortáveis. A única vontade é de ficar olhando para o vazio, analisando o quarto, os objetos, a aranha que mora no teto e a formiga andando no abajur. Não é preciso pensar no que vem depois; os dias dias-preguiça são alérgicos a planos.

Esses dias estão em extinção. E quando surgem, acabam morrendo sufocados pelas ocupações e preocupações que as pessoas cismam de inventar. Um grande erro, já que, na verdade, o dia-preguiça se alimenta do à toa, do tédio, do café da manhã tardio, do almoço em forma de tira-gosto, das cutucadas no dedão do pé, dos filmes repetindo na tevê…

Que mico-leão-dourado que nada, precisamos mesmo é salvar os dias-preguiça.

***

Panquecas americanas
Um clássico do café-da-manhã de filmes da sessão da tarde, essa receita resulta em panquecas fofinhas e na conta certa para duas pessoas.

Ingredientes

– 1 xícara de farinha de trigo

– 1 colher de sopa de açúcar

– 1/4 de colher de chá de sal

– 1 colher de sopa de fermento em pó

-1 ovo

– 1 xícara de leite

– 2 colheres de sopa de manteiga derretida

Como faz

1. Em uma tigela miture todos os ingredientes secos.

2. Em outro recipiente, bata (com um garfo ou batedor de arames) o ovo e o leite.

3. Vá derramando o líquido aos ingredientes secos e misturando tudo até que a massa fique lisa. Adicione por último a manteiga derretida.

4. Deixe a massa descansar por 15 minutos. Enquanto isso, aqueça o forno a 150 graus.

5. Coloque uma frigideira pequena antiaderente no fogo baixo. Adicione um pedacinho de manteiga. Quando derreter, pegue uma concha de massa (mais ou menos 1/4 da massa) e derrame sobre a frigideira com cuidado, formando um pequeno círculo (você pode ajudar com a colher ou concha, ajeitando para que a massa fique com um formato redondinho).

6. Quando as beiradas começarem a dourar, use uma espátula para virar a panqueca e dourar do outro lado.

7. Quando as panquecas forem ficando prontas, vá colocando-as numa travessa e leve-as ao forno (nesse ponto você já pode desligar o forno, que já vai estar quente). Assim, quando você terminar com toda a massa, elas estaram quentinhas por igual.

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. jula disse:

    marina, fiz hoje pro café da manhã, que delíciaaaaaaaaaaaaaaa. elas ficam super fofinhas e são muito simples de fazer. não grudaram nada na frigideira e nem espirraram no fogão. e parece que não vai render, mas dá muita panqueca. comi com mel, com doce de leite e ainda sobraram duas.
    adorei a receita e parabens pelo blog. o próximo da lista é o molho de abóbora com gorgonzola que não deu certo da primeira vez, mas na próxima eu acerto.
    beijos,
    jula

    • marina maria disse:

      Ei Jula, que legal que deu certo, fico muito feliz! Acho bom a gente se dar esse presente de vez em quando, um café da manhã mais caprichado!
      Quando testar o molho, volte para contar!

      Beijoca!

  2. Déa Lúcia disse:

    Depois da preguiça nada melhor que a panqueca de bandeja. No almoço tambem é bom? Experimentem……. beijos

  3. Taís disse:

    Que lindas! Devem ter ficado ótimas! Bjos

  4. Ana Paula Doné disse:

    O que vai acontecer agora? Esperar dar 18h e seguir para o fogão….

  5. Mario C. disse:

    Panquecas com manteiga ou doce de leite no café-da-manhã-à-tarde de sábado. Quem nunca comeu, não sabe o que é vida.

Comente!